Skip to content

SUNDANCE 2010

“The Killer Inside Me”

Novo longa do igualmente polêmico Michael Winterbottom, “The Killer Inside Me(2010) é um remake baseado no conto homônimo de Jim Thompson lançado em 1952 que foi descrito por Stanley Kubric, que trabalhou com Thompson em The Killing(1956), como “provavelmente a mais fria e crível história em primeira pessoa de uma mente criminalmente distorcida que eu já encontrei” e introduzido como “um dos mais intransigentes romances policiais já escritos” numa antologia de contos policiais noir da década de 50.

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/02/10/the-killer-inside-me/

“Howl”

Os cineastas Rob Epstein e Jeffrey Friedman, dos premiados Common Threads: Stories from the Quilt (1989) e The Times of Harvey Milk(1984), documentário que inspirou “Milk” de Gus Van Sant, parecem ter eles próprios se inspirado na atuação de James Franco como parceiro de Harvey Milk, interpretado por Sean Pean em 2008, e o convocaram para protagonizar outro vanguardista homossexual, o poeta Allen Ginsberg em Howl (2010): híbrido cinematográfico que, brilhantemente ou não, intente o nascimento de uma contracultura.

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/02/12/howl/

Sympathy for Delicious”

Début de Mark Ruffalo na direção, em “Sympathy for Delicious um dj condenado à cadeira de rodas descobre-se capaz de curar outras pessoas com as mãos e acaba usando o dom promovendo uma banda de punk-rock que o agrega pela publicidade. Recebeu prêmio especial do Júri.

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/02/03/delicious/

“Obselidia”

Prêmios de ‘Excelência em Cinematografia’ na categoria Drama e ‘Alfred P. Sloan’, em Obselidia(2010), a roteirista e diretora Diane Bell evoca referências que recontam a história do cinema de Wim Wenders em “Paris Texas”(1984) e Truffaut em “Jules et Jim”(1962) e “L’homme qui aimait les femmes”(1977), ao romance de Woody Allen em “Annie Hall”(1977) e de Richard Linklater em “Before Sunrise”(2004) assim como Luc Moullet em “Brigitte et Brigitte”(1966) e John Carney “Once”(2006).

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/02/02/obselidia/

“Blue Valentine”

O diretor Derek Cianfrance nos transporta do encantamento extasiado do início de um relacionamento à degradação do amor e numa elipse discorre sobre da degradação do amor, assim como diz não esperar simpatia ou o oposto acerca de suas personagens em Blue Valentine, pois “as levezas e as trevas” fazem parte da condição humana e acabamos por dividir os dois lados num relacionamento com outra pessoa. Todavia a Weinstein co., empresa dos irmãos Weinstein, fundadores da recém-extinta Miramax, simpatizou com Michelle Williams acreditando inclusive que este papel pode render uma indicação ao Oscar e vai distribuir o longa.

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/01/31/blue-valentine/

“Tucker & Dale Vs Evil”


Apesar do culto particular aos dramas independentes em Sundance, a comédia-horror Tucker & Dale Vs Evil(2009) foi um dos filmes com maior aprovação e melhor repercursão este ano. Primeiro longa do ator Eli Craig, tem recebidos inúmeras críticas positivas, desde as hilárias atuações dos caipiras protagonistas para a divisão entre o humor e o terror, os usuais clichês e diálogos ágeis conferindo um status de “cult” do gênero.

https://abonequinhaviu.wordpress.com/2010/01/28/tucker-dale-vs-evil

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: